O FGV CENN

Edgard Barki, coordenador do FGVcenn

O Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (FGVcenn) foi criado em junho de 2004, com a missão de ser um gerador de conhecimento em empreendedorismo no Brasil, construindo uma cultura empreendedora na Fundação Getulio Vargas e contribuindo para impulsionar o ecossistema de empreendedorismo no Brasil. Para isso, o Centro reúne pesquisadores de formações diversas para estudar e propagar conhecimento sobre empreendedorismo de forma multidisciplinar, independente e de acesso público.

 

O FGVcenn é reconhecido como um centro de excelência sobre empreendedorismo e realiza uma série de eventos, workshops, competições de planos de negócios, concursos, congressos e pesquisas, a maioria deles oferecida gratuitamente a um público interno e externo à FGV.

 

Dentre os principais projetos do Centro estão o relatório GEM (Global Entrepreneurship Monitor), pesquisa de âmbito mundial em que o FGVcenn é parceiro institucional do IBQP, enriquecendo o conteúdo da pesquisa com análises acadêmicas; o GVentures que é a aceleradora da GV para startups de alunos ex-alunos; o GVFamily, em que reunimos empresas familiares de alunos e ex-alunos da GV em uma série de encontros e atividades ao longo do ano, o núcleo de empreendedorismo social, com a criação de uma incubadora de negócios provenientes da base da pirâmide e a realização de diversas pesquisas e cursos específicos, o Itaú Mulher Empreendedora, realizado quatro estados (Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo), anualmente em parceria com o Itaú – Unibanco, um programa de curta duração, composto por workshops, de cunho bastante prático, a fim de propiciar uma rápida capacitação a mulheres empreendedoras, em temas relacionados aos principais problemas de gestão que enfrentam e Viagens Internacionais, em que levamos grupos de empreendedores para conhecer o ecossistema de Israel, um dos mais desenvolvidos em empreendedorismo no mundo.

 

Realizamos também mensalmente workshops sobre temas relacionados a empreendedorismo como educação financeira, direito tributário, marketing digital, sucessão familiar, entre outros. Alguns eventos tradicionais do GVcenn são a Semana Global de Empreendedorismo no mês de novembro, trazendo empreendedores de renome para contar suas experiências ao público do FGVcenn; a parceria com a Virada Empreendedora, um dos principais eventos de empreendedorismo do Brasil, que é acolhido nas dependências físicas da FGV. Em 2018, organizaremos também o X EGEPE, Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas. Além disso, temos do PEC sobre de Empresas Familiares, Empreendedorismo e Criação de Novos Negócios e Governança Corporativa.

 

O FGVcenn acredita que os empreendedores são agentes de transformação na sociedade e, por esta razão, procura incentivá-los, despertando seu potencial criativo e inovador e aperfeiçoando processos de negócios e a busca de oportunidades para aumentar as chances de êxito. Ao difundir conhecimento de qualidade e apoiar atividades empreendedoras, o FGVcenn atua como uma ponte entre a FGV e a sociedade e contribui para o desenvolvimento social e econômico do país. Participe você também, venha fazer parte da história do FGVcenn.

 

 MISSÃO

  • Ser um gerador de conhecimento em empreendedorismo no Brasil
  • Construir uma cultura empreendedora na Fundação Getulio Vargas
  • Contribuir para empoderar o ecossistema de empreendedorismo no Brasil.

VISÃO

  • Ser um centro de referência sobre estudos de empreendedorismo no Brasil e no mundo.

Objetivos acadêmicos

  • Criar o conceito FGV – EAESP de Empreendedorismo
  • Gerar pesquisas e publicações sobre o tema
  • Criar um acervo de conhecimento sobre o tema Empreendedorismo
  • Despertar nos alunos a visão empreendedora e oferecer novos cursos em todos os níveis em que a Escola atua
  • Contribuir para aumentar ainda mais o prestígio da FGV–EAESP, alcançando o reconhecimentnacional e internacional de ser um centro de excelência no estudo do Empreendedorismo.

Objetivos em relação às organizações

  • Apoiar os empreendedores no Brasil, com mais conhecimento sobre o ambiente empreendedor.
  • Apoiar os intraempreendedores e as grandes empresas a terem uma visão mais empreendedora.
  • Apoiar os empreendedores da periferia, com uma melhor perspectiva de negócios e aumentando seu capital social.

Objetivos em relação à sociedade

  • Aumentar o impacto social por meio do empreendedorismo, diminuindo as vulnerabilidades sociais existentes no Brasil.
  • Desenvolver pesquisas relevantes para o empreendedorismo no Brasil.
  • Fomentar o campo de empreendedorismo no Brasil.