Erick Coser e José Augusto Aragão

Erick Coser e José Augusto Aragão se conheceram nas salas de aulas da FGV durante o curso de administração de empresas. Por causa dos interesses e ideais em comum, montaram seus primeiros projetos logo no primeiro ano da faculdade e foram finalistas de diversas competições de negócios com a concepção de uma rede social para universitários (que foi desativada posteriormente).

Depois dessa experiência, esperaram o momento ideal para lançar o primeiro empreendimento onde seriam sócios, também ao lado de Ricardo Kagawa.

Surgia assim a Cidade Viva, startup que quer transformar os hábitos das pessoas, educando-as sobre atitudes que geram um impacto positivo no planeta.

Nem mesmo a pouca idade e experiência profissional serviram como obstáculo para eles. Pelo contrário. Em sua opinião, o jovem empreendedor de apenas 21 anos acreditaque as grandes empresas já têm consciência da necessidade de inovar e manter-se atualizadas, ao mesmo tempo em que as startups vêm para suprir essa demanda,oferecendo produtos inovadores a um preço bastante competitivo. “A nossa pouca idade era algo que pensávamos que poderia nos prejudicar, mas, na verdade, tem sido um trunfo e um diferencial para a maioria dos parceiros, que tem demonstrado simpatia pela nossa iniciativa”, ressalta Erick.

Fonte: Revista GV Novos Negócios