Andrea Rozenberg e Raíssa Teles (AE 2012)

Fundada em agosto de 2011 pelas exgevenianas Andrea Rozenberg e Raíssa Teles, a The Hop é um marketplace de experiências culturais que surgiu depois que ambas identificaram uma oportunidade para empreender no meio cultural. O conceito utilizado pelo negócio já é algo maiscaracterístico dessa nova geração – baseado em projetos colaborativos (crowdsourcing) – e foi inspirado por um modelo de negócio que faz muito sucesso nos Estados Unidos.

Porém, ao chegar por aqui, esbarrou em questões tributárias. “É muito frustrante ver vários projetos com potencial ‘morrerem na praia’ por questões tributárias e burocráticas”, desabafa Andrea. E com razão. No mesmo ano em que as empreendedoras lançavam a The Hop, o Brasil era considerado “bicampeão” onde as empresas gastavam mais horas para cumprir as obrigações tributárias, segundo levantamento feito pelo Banco Mundial. Apesar dos obstáculos “legais”, Andrea acredita que os empreendedores encontram hoje estruturas de apoio mais avançadas que antigamente e têm sido progressivamente valorizados como motores importantes da economia. “Existem uma série de fatores que revolucionaram o mercado empreendedor. E isso tem levado muitas pessoas a se arriscarem no mundo dos negócios, ou seja, a competição vem apenas aumentando assim como a disputa pela atenção dos consumidores”, opina. E a solução para se destacar e ver sua empresa crescer nos próximos anos, então, é ela mesma quem diz: “Diferenciar-se”.

Fonte: GV Novos Negócios